sexta-feira, 19 de junho de 2009

Esse cara é bom

"Ela me dava a mão e então nada mais falava. Bastava para que eu me sentise bem acolhido. Mas que beijá-la, mais que dormirmos juntos, mais que qualquer outra coisa, ela me dava a mão e isso era amor".

A Trégua - Mario Benedetti

Benedetti é uruguaio e passou 60 anos casado com sua esposa Luz e morreu três anos depois que ela se foi. Sua literatura é de uma nostalgia que só quem amou alguém no outono de Montevidéu pode entender. Ele me faz crer que certos amores são tão imensos, tão intensos que aprecem que nunca vão acabar. Porém um dia acabam, mas ele moldam quem você é e isso é bom. Eu gostaria de ter tido um amor narrado pelo Benedetti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário