quinta-feira, 4 de junho de 2009

Ou se tem vergonha na cara ou se é feliz

Sempre tem um momento na vida que a gente tem que se jogar: é isso ou você vive pela metade. Se você já teve mais de três paixões na vida e nunca cometeu nenhuma loucura de amor, é muito provável que alguma coisa esteja errada. Assim como não tem isso de ficar mais ou menos grávida, também não dá pra ficar mais ou menos apaixonado. Ou você fica e se joga ou não fica. Apaixonados que se prezem fazem serenata, mandam flores nos momentos mais absurdos, assinam cartas com coraçõeszinhos, inventam apelidos ridículos, têm amigos imaginários e falam com voz de criança de dois anos - não necessariamente nessa ordem...

Eu brinco que penso em trocar meu coração por um fígado, porque o amor pode ser mesmo uma coisa complicada. Mas, na verdade, o que eu acredito mesmo é que de todos os medos idiotas que eu poderia ter (do escuro, de aranha, do bicho papão...), o pior deles é o medo de gastar o coração. Economizar o coração é economizar a alma. E quem faz isso, já está meio morto de qualquer maneira. Eventualmente vamos nos magoar mesmo e, se é pra sofrer, que antes a gente tenha pelo menos sido feliz, mesmo que só um pouquinho.

Não confunda orgulho besta e excessivas preocupações com o que os outros vão pensar com amor-próprio. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. E tem uma hora que é preciso escolher: ou eu vou ser orgulhoso ou serei feliz. Na pior das hipóteses, quando você se joga não fica pensando depois no "e se ...?". E quem nunca fez vergonha quando estava apaixonado que atire a primeira pedra!

5 comentários:

  1. Oba, oba, oba!!!! Eu já fiz loucura!!! Uhuuu!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, moça. Vc deve ser mais feliz do qu quem tem vergonha na cara, hehehehehe

    ResponderExcluir
  3. Exatamente! Vergonha na cara PRA QUE???? Eu quero é ser feliz!!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu também tenho um blog que fala de amor. Adorei!

    ResponderExcluir
  5. Que bom! A equipe agradece.
    Seja bem-vinda!!

    ResponderExcluir