sábado, 6 de março de 2010

É preciso ter coragem para aceitar a verdade

Eu tenho uma filosofia: eu não falo para pessoas que não querem ouvir.

É muito simples: algumas pessoas não aceitam a verdade. Se recusam a acreditar em um determinado fato (e fato é fato, certo?), ou pelo menos se permitir seguir uma linha de pensamento diferente. Logo, você pode gastar todos os seus argumentos mais fundamentados que elas irão rebater cada um deles. Depois, vão lhe dizer que todas as questões apresentadas por você são, na verdade, problemas seus que você reprime, e ainda vão se oferecer para ajudar.

Aliás, isso se a pessoa for legal. Ela pode ainda chutar o balde, te mandar pra longe e nunca mais olhar pra sua cara (o que é o que geralmente acontece).

Hoje ouvi um diálogo na Tv que demonstra até onde uma pessoa apaixonada se afunda para negar uma verdade que lhe dói.


Ela: Você vai cair em si e vai descobrir que me ama.

Ele: Eu tenho horror a você.

Ela: Engano seu. Isso é amor.


É incrível, mas isso acontece muito na vida real. No desespero de negar a rejeição, rasteja-se até além da sarjeta.

Amor próprio é a única maneira para fugir de humilhações. Pelo menos, a única que eu conheço...

Nenhum comentário:

Postar um comentário