segunda-feira, 29 de março de 2010

Não entro pra clube que me aceite como sócia II

Lembram daquele menino que queria apenas fazer um programa normal - tipo cinema ou chope - comigo? Pois é... acreditem vocês ou não, mas apesar da minha objetividade em deixar claro que eu sou uma grande perda de tempo, ele resolveu insistir, e me chamou pra ir ao cinema, tomar um ovomaltine, bar, essas coisas.

Essa menina que vos escreve respondeu: não vai dar, vou pedalar do Rio a Itacoatiara no fds (para informações sobre a distância insana entre esses dois pontos, consulte o Google Maps mais próximo de você).

Gente, acreditem ou não, mas mesmo sendo super sedentário e boêmio o rapaz resolveu me acompanhar nesse mega programa de índio. Àquela altura eu já o achava meio pancadinho das idéias, mas o que eu não imaginava é que ele era suicida!

Cada ladeira que aparecia, eu achava que ele ia ter um AVC. Enquanto eu subia pedalando, lá ia ele cheio de orgulho masculino ferido de macho alfa empurrando a bicicleta. Com tiradas de galanteador, ele me dizia coisas como "eu não sinto mais o meu saco, acho que não poderei ter filhos".

Entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Acabei quase me matando de rir, então foi legal, no final das contas. Mas acho que depois de ver a morte de perto, o rapaz percebeu que somos um tanto quanto... incompatíveis. Pareço inofensiva, mas posso ser uma mulher bem perigosa - no bom sentido, não no ótimo.

8 comentários:

  1. Mas me diz uma coisa: Foi proposital pra assustar o rapaz, né?
    hahahah

    ResponderExcluir
  2. Pior que não. Eu sou maluquinha mesmo: era algo que eu já ia fazer de qualquer jeito ;-)

    ResponderExcluir
  3. Fiquei sabendo pelo próprio cara... Esse corre atrás!
    E pedala também... hehe

    ResponderExcluir
  4. Hahahahahah. Essa história tá ficando cada vez mais hilária. Acho que vc deveria dar seu depoimento, Felipe.

    ResponderExcluir
  5. Hahahaha

    Um depoimento sobre o cara ou sobre o que imagino da situação?

    ResponderExcluir
  6. Fique à vontade pra fazer depoimentos sobre "ambos os dois". O relato do próprio sobre o episódio em questão eu já li e passei mal de tanto rir ;-)

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu achei bacana ele ter ido. Se ele queria tanto algo contigo, achei legal ele ter ido mesmo sendo numa parada que não tivesse nada a ver com ele (ele não tinha nem bicicleta! hahaha). Mostrou que realmente tinha vontade e tal. Não sei porque você disse que seria uma grande perda de tempo e esse negócio de não entrar em clube que te aceita como sócia, mas acabou instigando o cara e ele, aparentemente, já estava determinado a realizar a conquista. Eu o conheço razoavelmente bem e você somente o que você expõe aqui, então não tenho como dizer o que eu acho, até porque eu não tenho opinião formada sobre o episódio, porque foi um tanto quanto "atípico". Às vezes na incompatibilidade é que a gente se acha. E a estória toda aqui tá muito louca e engraçada e vocês que são loucos que se entendam!

    Só sei que o cara agora pedala todos os dias... hahaha

    ResponderExcluir
  8. Caramba, outro cara além de mim te chamou p/ o cinema e p/ bb achocolatado? Como os homens são limitados (sério, somos mesmo)! Coitado do cidadão, Itacoatiara nesse calor, rs.

    ResponderExcluir