terça-feira, 29 de junho de 2010

Dicas para estragar um namoro


Dica universal: Nunca mude!

Um dos diálogos sobre separação que mais gostei é o do filme Alta Fidelidade:

Bob: O que eu devia ter feito pra te fazer feliz?
Laura: Nada. Faça a si mesmo feliz.
Bob: Entendo... mas por que eu não sou feliz?
Laura: Porque você é a mesma pessoa que costumava ser e eu não sou. Você não mudou mais do que um par de meias quando te conheci. É preciso deixar as coisas acontecerem às pessoas, especialmente a você, e você não deixa. Então, pra que continuar?

O segredo da felicidade a dois é a felicidade individual. Nesse contexto, uma das coisas mais importantes é mudar. A mudança é a lei da vida e, de alguma forma, se você for amanhã exatamente a mesma pessoa que foi ontem, ou, em outras palavras, se você for sempre a mesma pessoa que você era no início do seu relacionamento e nunca for capaz de se reinventar, não só vai ficar pra trás preso à incapacidade de crescer e aprender a dois, como também perderá o melhor de um relacionamento duradouro feliz: a constante reconquista do outro, traduzida na capacidade de mudarmos, aprendermos e nos recriarmos para que o outro seja capaz de se apaixonar de novo todos os dias.

sábado, 26 de junho de 2010

Dica para NÃO conseguir um namorado I

Dica nº 1: Quanto mais desesperada, mais encalhada. Assim como os cães farejam o medo, os homens sentem o cheiro de desespero de longe.

Nunca é tarde pra tentar desesperadamente desencalhar, não é mesmo? Pois a pessoa que vos escreve presenciou, em festa de casamento antes do último dia dos namorados, um ato desvairado de tentativa de desencalhamento seguido por lesão corporal.

Quando se trata de casamento (cerimonial, etiqueta e coisas do tipo) a única coisa que eu sei é que a mulher de vestido branco é a noiva. Então não é de se espantar que eu não fazia idéia do que se passa na hora que a noiva joga o buquê. Nesse momento da festa eu estava lá, arrastada por outra amiga que disse que se eu não era casada, tinha que ir pegar o tal buquê. Tô eu lá disfarçada no meio pra ninguém filmar esse mico, e eis que o buquê foi por livre e espontânea vontade parar na minha mão.

De repente, não mais que de repente, uma louca ensandecida com um penteado de Hebe Camargo pulou em mim, agarrou o buquê da minha mão pela parte das flores e estraçalhou o pobrezinho enquanto me arrastava junto pelo salão! Obviamente que eu soltei o buquê, afinal de contas, estou bem com meu atual e permanente estado civil: feliz ;-)

Enquanto eu me recuperava do braço roxo e do pulso torcido, a louca saiu pulando pelo salão com o buquê que se despedaçava no caminho, saltando de alegria como se carregasse nas mãos o próprio prince charming.

Gente, quanto desespero! Agora imagina: se ela faz isso por um buquê, o que não faria com um homem por uma aliança, né? Meninos, se vocês quiserem conhecer suas namoradas, levem-nas a uma festa de casamento!


sexta-feira, 25 de junho de 2010

Quando você se perguntar sobre o porque você precisa namorar, pense:

"preciso de um namorado para me disciplinar... eu sem namorado eu peido, eu arroto... não dá mais não... estou muito livre... preciso de alguém pra me educar..."
Pois é... são essas coisas que eu ouço por aí!!!!

Por que você não tem namorado?

O dia dos namorados passou e você CONTINUA solteira? Para muitas mulheres solteiras - e até homens, embora a maioria não admita - quando o dia dos namorados passa é sempre como o fim de uma era, ou de um inferno astral ou ainda a virada de um ano novo depois de um ano ruim: a vida recomeça num mundo melhor em que as pessoas - pelo menos até que se aproxime o próximo dia dos namorados - não vão ficar te perguntando cem vezes ao dia: "Por que você não tem namorado?".

Afinal, que tipo de pergunta é essa?! Por que diabos alguém te pede uma razão pra NÃO ter um namorado? Será que só a vida a dois justifica a nossa existência: “tenho namorado, logo existo”?! E se eu não tenho namorado, tenho um tipo de defeito social? YES, todo mundo quer encontrar seu par de vaso e não dá pra negar que estar apaixonado deixa a vida mais colorida, mas isso não significa que não existe vida na solteirice e muito menos que alguém só está solteiro porque não é bom o suficiente.

A humanidade se intriga com o fato de uma mulher ou homem "qualificada(o)" bonita(o), inteligente, simpática(o), bem-humorada(o) e bem-resolvida(o) - não necessariamente com todas essas qualidades ao mesmo tempo - não ter namorado(a). Esse tipo de situação incita uma reação em cadeia: todo mundo começa a se perguntar o que ela(e) tem de errado! E, de repente, é como se ficasse subentendido que ELA(E) TEM ALGUMA COISA DE ERRADO e a gente começa a achar que existe algum tipo de placa na nossa testa, tipo "proibido parar"! E os homens(mulheres) passam a nos encarar assim: ela(e) é bonita(o), é desejável.... e está sozinha(o): deve ter algum problema!

Existem mulheres e homens incríveis reféns de sua própria virtude porque passamos a acreditar que, nesse mundo maluco cheio de cafajestes e afins, não existem mais homens e mulheres tão bons e - se existirem - eles não ficariam por aí dando sopa. Ser um bom partido não é mais suficiente, você tem que provar que é! Acredito que muitas pessoas incríveis estão por aí com medo de serem confundidas com duendes, de tão inacreditáveis que aparentam ser aos olhos dos outros.

Muitas dessas pessoas, inclusive, já se acostumaram com o fato de que não vale à pena serem elas mesmas, porque ninguém vai acreditar: "se fosse tão bom assim, não estaria sozinho". Pode não ser a resposta pra todos os casos, mas, às vezes, você não tem namorado pelo simples fato de que não encontrou "aquele alguém" que vai virar seu mundo avesso e de ponta-cabeça pra de repente você sentir que a vida nunca esteve em tão perfeita ordem
e que, na verdade, o avesso é o seu lado certo. 

Não precisa necessariamente existir nada de errado em um "bom partido" não ter um namorado, porque eu acredito que as chances são iguais pra todo mundo! Quantas vezes a gente já viu caras machistas e insuportávelmente ciumentos com meninas especiais, ou mulheres loucas, controladoras e mal humoradas com caras absurdamente legais? E quantas pessoas ótimas estão sozinhas?

Encontrar um par requer mais que achar alguém que tenha boas qualidades, seja bonito aos seus olhos, ou inteligente, ou bem humorado. Ok, se você tiver um bom currículo, um número maior de pessoas vai se interessar por você e as suas relações provavelmente serão mais duradouras. Mas, no final das contas, não existe exatamente uma regra quanto a isso e estatísticas não provam muita coisa, porque amor de verdade
é muito mais conjunção estelar que probabilidade numérica versus análise de currículo.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Sabedoria das amigas XXI

Escuto tanta coisa - no trabalho, no ônibus, na rua... - que agora as "sabedorias" vêm em combo. Eis as pérolas sobre CASAMENTO:

_ Todos os casamentos são felizes. É tentar viver junto depois dele que causa todos os problemas

_ Há dois tipos de casamento: os que terminam bem e os que duram a vida toda

_ Minha esposa e eu fomos felizes por vinte anos. Então nos conhecemos.

_ Casamento é a maneira mais cara de se fazer sexo de graça.

domingo, 20 de junho de 2010

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Sabedoria das amigas XX

Algumas frases de amigas que escutei por aí sobre a beleza (interior e exterior) de carinhas que estavam dando em cima delas:

_ Você não é feio, sou eu que não entendo de arte moderna

_ Ele não era feio, só tinha a cara desorganizada.

_ Você é bonito... Pena que está no planeta errado.

_ Quem te disse pra você ser você mesmo não poderia ter dado conselho pior

Pois é... seres humanos são criaturinhas cruéis, não?

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Sabedoria do Woody Allen I


Meninos, não me levem à mal por eu dizer que vocês tem, digamos, maior propensão à maturidade tardia. Eu já ouvi de tudo nessa vida. Por exemplo: tem homem que não quer ter filhos porque 1. não divide o videogame com ninguém e 2. nem os peitos da mulher (sic)! Na mesma linha, outros dizem que para evitar ter responsabilidades (leia-se: filhos), basta transar com a cunhada... porque, tcharãmmmmmmmm... assim nascerão sobrinhos! Pior ainda que essa anterior: "quando sua mulher fica grávida, todos alisam a barriga dela e dizem "parabéns". Mas ninguém apalpa seu saco e diz 'bom trabalho' ". Very mature!!!

Era por isso que uma amiga minha desconsiderava completamente a variável idade em um homem... ela dizia: "querida... o cara ter 20, 50 ou 80 não faz a menor diferença porque os homens nunca amadurecem anyway".

Mas a melhor de todas é a do meu querido maluquinho Woody Allen:

"Como são imaturas essas mulheres. Um dia desses, eu estava na banheira aí a minha mulher chegou e afundou todos os meus barquinhos".



Eu meio que disconcordo com a eterna imaturidade masculina... existem exceções, thank God! Mas não rir com o Woody é quase pecado, vocês não acham?

sábado, 12 de junho de 2010

Feliz Dia dos Namorados

Na qualidade de ser a única autora desse blog que não tem namorado, e pra provar que ainda há um pouco de coração em mim, desejo a todos os casais um dia com muito amor e uma noite com muita paixão (não necessariamente nesta ordem... rs).






E pra quem estiver só... boa farra!!!!!


(porque você não vai ficar em casa numa noite tão importante quanto essa, vai?)
crédito da foto: Ana Letícia Carbone

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Sabedorias do Twitter

Um aperitivo do que o povo solta na rede de microblogs...

#Edaíquevocênamora?



  • Vocês só tem um dia dos namorados, já nós, temos os 364 dias restantes destinados aos solteiros. FATO!

  • Você pode ser corno(a) e eu não. (hahahah... boa!!!)

  • Seu namorado te enche de chocolates e você já está ficando parecida com um animal de 500 kg.

  • Eu não tenho que ficar dependendo dos outros pra ir pra balada.

  • Antes só do que mal acompanhado.

  • Vai ter que gastar dinheiro com presentes, e eu não.

  • A flor murcha. o chocolate engorda e no final ele só vai olhar pras gostosas.

  • Não preciso gastar dinheiro com presentes e alianças :)
@bomdiaporque


  • Se todo mundo tem nojo de entrar naquelas piscinas de motel, é bem provável que elas até sejam limpas. Experimente.

  • Não fique triste se te trocarem por outra pessoa. Pior é se te trocarem por ninguém.

  • 12 de junho é um dia traumático. É nesta data que você lembra que, pelo menos uma vez na vida, seus pais já fizeram sexo.

  • Ainda não encontrou nenhum presente de Dia dos Namorados que preste? Bom motivo pra terminar o relacionamento. (hahahahahah... boa!!!)

  • Dia dos namorados é como noite de núpcias: por mais que vc tente disfarçar, menina, o seu pai sabe o que vc está fazendo.

@Na_Kombi

  • Caixa de chocolate vende muito no dia dos namorados. O grosso do lucro vem muito mais das encalhadas do que dos casais. FATO!
  • Vou economizar 200 reais de presente do dia dos namorados, pena que vou gastar em bebida
  • Dia dos namorados o motel fica superlotado. É uma fila da porra.
  • o melhor presente que você pode dar pra sua namorada dia 12 é comprar um carro
  • Só as revistas que dão dicas infalíveis para arrumar um namorado é que não ficam encalhadas dia 12.
  • O bom de passar o dia dos namorados sozinha é que não vou precisar dividir a vodka com ninguém



E por aí vai...

E vamo que vamo...

É impressionante. Jornais, Twitter, Sites, Blogs... todos nos bombardeiam com:

Dia Dos Namorados!!!!

São diversas as matérias e, principalmente, dicas de presente, de restaurante, de programas a serem realizados a dois, "análises" de casais famosos, cálculos numerológicos para saber sobre compatibilidade entre pessoas...

Como já sabem, eu sou a representante sem compromisso deste blog, e por isso destaco algumas vantagens de não ter namorado no momento.

Como o fator econômico, afinal, não tenho a obrigação de arrumar um presente que seja, ao mesmo tempo, compatível com a intensidade do meu amor e de meu orçamento ( o que geralmente é um estresse).






Não enfrento filas. Nem de restaurantes, nem de Motel (Argh!), nem na sessão de cartões de amor nas papelarias...




Também, não preciso da ocasião para conhecer os vários restaurantes legais, e ainda desfrutar de excelentes companias, que fazem tanto sucesso no dia 12 de Junho todos os anos.

By the way, eu já tenho meu programa româtico pra a data deste ano: vou a um casamento. Mais amor impossível, concordam?

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Sabedoria das amigas XIX

Sobre a incompatibilidade de gêneros:

_ As mulheres querem muitas coisas de um homem. Por outro lado, homens querem uma única coisa de muitas mulheres.

domingo, 6 de junho de 2010

Sabedoria das amigas XVIII

Uma amiga, com a revolta típica que acomete muitas solteiras nos dias que antecedem o Dia dos Namorados, dirigindo-se ao ex mega cretino que resolve procurar um revival dizendo que jamais a esqueceu:

_ Eu também nunca esquecerei a primeira vez que nos encontramos. Contudo, vou continuar tentando.

sábado, 5 de junho de 2010

Sabedoria das amigas XVII

Amigas sempre nos ensinam a ver as coisas por outro ângulo:

_ Calculei meu IMC e constatei que minha altura está 20 cm abaixo da ideal

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Entreouvido da cozinha

Estava sentada na sala da casa dos meus pais quando escuto, da cozinha, minha mãe falar pro meu pai:

- Waldo, nós somos casados há 30 anos... e você ainda tenta passar a mão na minha bunda?

Que todos nós tenhamos um casamento assim.

Sabedoria dos amigos IV

Diálogo entre namorados:

_ Mas você acha que sexo é a resposta pra tudo?!
_ É claro que não né! Sexo não é a resposta. Sexo é a pergunta. "Sim" é a resposta.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Mundo moderno... SUCKS

Bons tempos aqueles em que as meninas esperavam ansiosas por uma ligação.


"Será que ele vai ligar?"

Hoje em dia as perguntas são: "será que ele vai responder meu email?", "será que ele recebeu minha mensagem?", "será que caí na caixa de spam?", "será que fui bem interpretada no que escrevi?", "será que ele entendeu tudo errado?"...


Enfim, talvez o mundo fosse mais fácil na era analógica... será?

Sabedoria das amigas XVI

Conselho dado a uma amiga que - salvo um milagre - passará o dia dos namorados solteira & sozinha:

_ Querida, se bater o desespero, lembre-se que a bissexualidade imediatamente dobra suas chances para um encontro no sábado à noite.

Então tá né...

quarta-feira, 2 de junho de 2010

O sono compartilhado

Sempre achei que, quando você está ficando com alguém, a intensidade do seu sentimento por esta pessoa é inversamente proporcional à pressa que você tem para vê-la sem roupa. Calma lá, eu não disse que você não tem vontade. Você apenas não tem pressa.

Se você realmente está a fim de alguém, tanto faz se vocês vão consumar o relacionamento hoje ou no próximo encontro. Porque você quer que haja um próximo encontro e só estar junto com seu pretendente já é bom te faz feliz por si só. O sexo será a cereja do bolo dos motivos que te fazem querer ficar com ele/ela e quando acontecer você sabe que será ótimo. Mas se você está interessado só em sexo, então não quer perder muito tempo cortejando (não consegui achar nenhum outro termo que traduzisse melhor a ideia) o seu alvo. Entre sair de casa sozinho e voltar acompanhado, o objetivo é gastar o mínimo de tempo e dispender o mínimo de esforço possível; rezar para a pessoa vire uma pizza (do Braz) no dia seguinte e partir para a próxima.

Eu adoro escritores que conseguem traduzir em palavras certos sentimentos ou raciocínios que eu sempre tive, mas nunca soube muito bem explicar, como o que eu acabei de exemplificar. Quando eu li "A insustentável leveza do ser" estava num momento sono compartilhado sem me dar conta e achei em Milan Kundera o meu ghost writer. Então eis o pensamento acima, de uma forma muito mais poética:

"Com as outras mulheres ele nunca dormia. (…) Portanto, qual não foi sua surpresa quando acordou com Tereza segurando firmemente sua mão! Olhou-a e custou a compreender o que estava acontecendo. Evocou as horas que tinham se passado e acreditou respirar o perfume de uma felicidade desconhecida. (…) Tomas pensava: deitar-se com uma mulher e dormir com ela, eis duas paixões não somente diferentes, mas quase contraditórias. O amor não se manifesta pelo desejo de fazer amor (esse desejo se aplica a uma série inumerável de mulheres), mas pelo desejo do sono compartilhado (este desejo diz respeito a uma só mulher)”.

. Milan Kundera in A Insustentável Leveza do Ser .

Sabedoria das amigas...

Homem nunca sai de casa se não for por outra mulher.

N-U-N-C-A!!!

Não importa o que ele diga. Não existe mãe doente, dúvida, infelicidade, incompatibilidade... NADA! Se o cara decidiu sair de casa, FATO, é questão de tempo até que a verdade venha a tona. E se você aí acha que com você vai ser diferente (ou é, ou foi), espera um tempo e depois conta pra gente.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Casos do acaso


Pois é. O dia dos namorados se aproxima. Como diz o Felipe, é o tempo do salve-se quem puder. Em meio a muitas breguices proporcionadas pelo capitalismo selvagem e dando continuidade à série de posts inspirados pela data, vou abrir meu coração e revelar a maior breguice de todos os tempos da minha existência (esperem até a Gabi revelar a última coisa ridícula que ela fez em nome do amor, hahahahaha).

No antigo Blog que eu escrevia um jornalista de uma revista pouco conhecida leu sobre uma espécie de "amor de verão" - melhor, de inverno - que vivi na Argentina nas férias do ano passado e resolveu me entrevistar para que eu fosse personagem de uma matéria de capa sobre "o acaso". Insisti com ele que eu não era o personagem que ele procurava, porque minha história realmente tinha muitas coincidências, mas o final não era exatamente feliz, muito embora também não fosse triste.

Me entrevistaram, me fotografaram e resolveram usar minha história mesmo assim. Foi aí que eu entendi literalmente a fúria de muitos entrevistados contra jornalistas do bloco do"eu não deturpo, apenas edito criteriosamente". É claro que em vez de encaixar uma história no tema, tentaram encaixar o tema na minha história. Resultado: eu que já achava o amor brega e ridículo virei o próprio personagem brega e ridículo da história! Com frases como "Era o fim", ou "descrente do amor" (eu nunca escreveria tal frase!), a história foi se desenrolando à revelia da realidade.

Pois é... o feitiço virou contra o feiticeiro. Quem tiver coragem, pode clicar aqui e ler a metéria. E SIM, a menina da foto sou eu ;-)