sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Game Over


Quanto tempo se leva pra aceitar o fim de um relacionamento? Dizer adeus a um amor é um processo de libertação que pode ser poético, mas não deixa de ser triste e, ao mesmo tempo, devastador, porque quando um amor de verdade acaba, fica um vazio enorme. Um vazio que não sabemos como preencher, porque, na verdade, não pode ser preenchido.


Talvez não devêssemos olhar o fim de um relacionamento sob a ótica de fracasso ou sucesso. Separar-se pode ser um gesto de coragem ou não-covardia, a recusa de pessoas que se amaram profundamente em aceitar um sentimento menor, murcho ou cômodo em respeito ao amor que já existiu.


Não é fácil aceitar o fim justamente porque essa aceitação pressupõe se admitir falível, assumir as fraquezas e reconhecer defeitos, constatar que não somos blindados. Mais incômodo do que ficar tentando entender os porquês é ainda ter que lidar com sentimentos contraditórios que nos puxam em direções opostas: saudade, mágoa, raiva, culpa, carência, ciúme, lembranças boas, rejeição, medo, solidão, lembranças ruins – tudo junto e com uma intensidade que assusta.


Por que crises existenciais só acontecem quando não estamos no nosso melhor-eu? Bem, acho que é porque felizes, não nos importamos em não ter todas as respostas. Nada importa muito além da felicidade que sentimos e nem percebemos que as perguntas estão lá, em algum lugar, parte inseparável de nós.

Quando aparece na tela do jogo o Game Over é preciso aceitar. E aceitar que é Game Over significa conviver pacificamente com o vazio dentro de nós até que ele feche, sem tapar o sol com a peneira: não estaremos prontos para o amor novamente de um dia para o outro, não teremos todas as respostas e tentar preencher o vazio sem dar um tempo a si mesmo é receita infalível para o fracasso da próxima relação.

Deu Game Over? Sai do Play. Dê um tempo a si mesmo... faça um balanço daquilo em você que não ajudou no relacionamento. Renove-se. Recicle-se. E bola pra frente. Coloque-se inteiro. Nunca se sabe quando você vai acordar e descobrir que ainda pode se apaixonar de novo...

2 comentários: