segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Barbas e as danadas

Li num blog o seguinte texto sobre barbas:

"Barba bem feita – Ficará com cara de viado homem carinhoso, meigo. Alguém responsável que tem que estar impecável para os afazeres do dia-a-dia. Um macho que a tratará com respeito e carinho, abrirá a porta do carro e perguntará assim que a ver: “como foi seu dia meu amor?”. É aconselhado o uso em situações mais formais: casamentos, aniversários, entre outros eventos.

Barba Rala (mal feita) – Essa é interessante. Pesquisei com as minhas mulheres enjauladas para pesquisas amigas e obtive o seguinte feedback: Este tipo de barba mostra um homem com cara de pervertido, seria como se ele dissesse: “te quero e te quero AGORA“, é algo mais selvagem, mais macho, são litros e litros de testosterona transbordando pela sua face. É aconselhado para momentos de distração: happy hour, fim de semana na praia e etc.

Barba média-grande – Uma boa barba é imponente e humilde ao mesmo tempo. Barba é coisa de macho. É porte, é majestade. Pode dar uma imagem de displicência ou de seriedade."


Enfim, eu quase não tenho barba e como estou de férias, resolvi, pela preguiça, adotar o estilo "Náufrago", o que gerou, no máximo, uma barba rala e mal feita. Quando, acidentalmente li esse blog agora há pouco, constatei que foi uma mulher que escreveu o texto e essa opinião deve ser uma verdade no universo interno pervertido feminino, pois tenho recebido olhares lascivos mais do que nunca na rua.

Ou isso ou então as pessoas ficaram mais danadinhas neste momento "Rio contra a guerra".

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Seguro contra falta de noção


Na semana passada eu estava indo pra casa depois do trabalho e num trecho de apenas 100m na rua expondo minha figura a outros seres humanos levei a seguinte cantada (se é que se pode chamar isso de cantada): “nossa, você é tão linda que não caga, lança bombom!”.


Eu merecia no mínimo uma indenização, mas seguro contra homem sem noção, do jeito que andam as coisas, deve ser mais caro que seguro de carro no Rio de Janeiro.


Pára o mundo que eu quero descer...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Querido Papai Noel

No ano passado, Papai Noel me deixou sem presente [veja só o que foi que eu pedi ao bom velhinho]. Massssssssssssss, neste ano, além de ter sido uma boa menina, eu também vou fazer meu pedido com antecedência. Aliás, se vocês fossem pedir alguma coisa ao Papai Noel, o que seria?

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Diálogos surreais

Acredite, esse diálogo realmente aconteceu!

A amante liga às 2 da manhã pra casa da esposa:

Amante: você está atrapalhando o meu relacionamento e fica se metendo onde não deve.
Esposa: Oi? Quem está falando?
Amante: É a Cristina. Vai dizer que você não sabe quem eu sou? Você sabia que tudo o que ele te dá ele dá pra mim. Aquele microondas que você ganhou ele me deu um igualzinho.
Esposa: São duas horas da manhã, será que você não podia ligar no horário comercial? Além do mais, se você está com algum problema com o seu amante, devia ligar pra ele e não pra mim, você não concorda? Seria idiota da sua parte achar que eu vou resolver o problema de vocês dois pra você, não? Boa noite.

Oi?

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Despedida de solteir@

It's a man's world, como disse James Brown. Outro dia eu estava pensando nos ritos de passagem para a vida conjugal - em bom português, despedidas de solteiro (a).

A despedida de solteiro típica consiste em um bando de homens num strip club. Bebida, cigarro, prostitutas, strip, lapdance - ou coisa pior. Teoricamente, a última vez que o solteiro em questão verá sem roupa outra mulher que não a sua.

A despedida de solteira normalmente é um chá de lingerie. As amigas da noiva a presenteiam com camisolas, espartilhos, calcinhas, cremes e brinquedos eróticos... tudo para que o futuro marido não tenha vontade de ver sem roupa outra mulher que não a sua.

E o pior: já quis fazer uma despedida de solteira para uma amiga nos moldes masculinos, num club de strip de rapazes, e simplesmente não achei lugar no Rio de Janeiro que oferecesse o serviço (não, aquele Ladie's Night do Arco do Teles não conta. Mais hardcore, por favor). Por outro lado, um conhecido não conseguiu fazer sua despedida de solteiro porque todos os prostíbulos da cidade estavam bookados para a Rio Oil and Gas.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Solteira à procura

Amiga desesperada pós feriado sem nenhum resultado positivo no campo afetivo: "Geralmente quando eu encontro um homem que daria um bom marido eu descubro que ele já é".

sábado, 13 de novembro de 2010

Frase do dia

Existem duas maneiras de tratar as mulheres. Até hoje ninguém descobriu quais são.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Em boca fechada não entra mosca

Rapaz e moça têm um grande círculo de amigos em comum, mas pouca intimidade. Em uma festa, eles se afastam do grupo para conversarem sozinhos por um bom tempo. Se você lê este blog é porque é tem mais de oito anos de idade e já sabe onde isto vai dar.

- Sabe, eu sempre te achei muito legal, simpática, inteligente.
- Eu também sempre te achei legal, simpático, inteligente.
- E, bom, também sempre te achei bonita.
- Eu também sempre te achei uma gracinha (você pode estar achando esta estória super fofa, mas aviso que os dois eram comprometidos e, portanto, arderão no mármore do inferno).
- Eu já bati punheta pensando em você.
- ...

Olha, I get it. Eu realmente entendo que homens fantasiem com meninas normais, o que os americanos chamam de “girl next door”. Entendo quando eles dizem que você fica mais bonita sem maquiagem ou é linda acordando. Que não saibam a diferença entre estria ou celulite – a não ser que você queira ficar sem roupa para explicar. Enfim, entendo (e apoio) a preferência geral pela amiga bonitinha da irmã e não pela Paris Hilton. E admiro que num momento tão íntimo e tão libertário, dentre tudo que poderia ter vindo à cabeça do rapaz, tenha sido a moça em questão. Mas, precisava contar? Da próxima vez, diga que pensa na menina. Mas não em que momentos.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Homem que não presta é pleonasmo?

Combinei de encontrar um amigo e uma amiga num bar. Ambos já estavam no local quando cheguei e quando me cumprimenta, o moço diz:
- Você ta bonita com esse vestido.
Um elogio perfeitamente elegante e respeitoso, não? Mas que homem quer ser elegante e respeitoso às 23h de um sábado? Eles preferem deixar clara sua intenção de espalhar a sua sementinha por aí. Dando-se conta da singeleza do seu comentário, ele rapidamente emenda:
- Mas é claro que eu preferiria ver você sem ele.
E, para aumentar suas chances de sucesso, vira-se para a outra moça e conclui:
- E você também.