terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Cartinha ao Papai Noel

Querido Papai Noel,

No ano passado, eu cheguei a pensar que o cupido tinha se voltado contra mim. Quem acompanha esse Blog há de convir que o ano foi insano no que diz respeito a relacionamentos. Mas tudo bem, eu já te perdoei por ter esquecido o meu presente no último Natal.

Vamos ao que interessa. O que eu quero de presente é o seguinte: UM HOMEM PERFEITO. E por perfeito, quero dizer: bem humorado, fiel, bom motorista, bem resolvido, sem kit, nem muito rico, nem muito pobre, alto, atlético, moreno, que não seja machista (nem feminista, senão eu terei que sustentar a casa!), gentil e educado, inteligente, espirituoso e espiritualizado, maduro, bem disposto, que goste de tomar banho, de escovar os dentes e de criança; romântico, independente, que não seja filho único, que saiba lavar louça e cozinhar, que seja solícito e sensível e PRINCIPALMENTE, ao reunir todas essas qualidades, que seja HOMEM (se é que o senhor me entende).

É. Eu sei o que está pensando... mas a quem mais eu pediria isso senão a alguém que tem renas voadoras, mora no Pólo Norte sozinho com 99 anos de idade, tem um trenó que cabe o presente de todas as crianças do planeta e ainda consegue dar a volta ao mundo em apenas uma noite?

Se eu posso escrever pro senhor, bem... é coerente que eu também acredite no amor, em contos de fada e similares, certo?

Com carinho,

Paloma

PS.: Infelizmente, eu não tenho chaminé... mas o meu porteiro, o Zé, é super gente boa e, se eu não estiver em casa, o senhor pode deixar o presente com ele, tá?

Nenhum comentário:

Postar um comentário