terça-feira, 27 de dezembro de 2011

À beira da chacota


Imagine um relacionamento que está por um fio. O namorado de saco cheio da namorada ciumenta e bipolar depois de jurar mil vezes que "na próxima que ela aprontar acabou" chega e diz para uma amiga:



Ele: Eu convidei minha namorada pra morar comigo

Amiga: Como assim? Mas vocês não estavam para terminar? Qual o sentido de ir morar junto com alguém que você quase não aguenta mais? Você convidou só por educação, porque ia pegar muito mal você não chamá-la pra morar com você enquanto ela passava um aperto por não encontrar um apartamento pra morar ou porque queria dividir as contas?

Ele: Ah... eu queria mesmo que ela fosse mesmo morar comigo, porque aí ou a coisa degringolava de vez ou dava certo.


Gente, alguém avisa pra essa criatura que existem formas mais fáceis e menos dolorosas de apressar o fim do namoro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário