domingo, 19 de julho de 2015

O que você quer de mim?



Acho que quero contar todas as pintas da sua íris pra ser a única que sabe uma coisa exata sobre você. E quero tirar a sua camisa e sentir a sua pele. Talvez eu queira te ver todo pelado, só que de um jeito que eu nem precise tirar a sua roupa. Eu quero poder falar com você às 3 da manhã se eu tiver insônia, quero poder ouvir a sua voz quando eu não puder te ver. 



Quero te beijar muito devagar. Quero te abraçar todo suado, quero te ver xingando todo mundo no futebol, porque quero conhecer tudo o que você não gosta em você, só pra me sentir à vontade ao seu lado por também ser apenas humana.

Quero sentir a sua respiração no meu
pescoço. 



Quero que você me enxergue mais real, menos linda. Quero andar de bicicleta com você, subir uma montanha, ir pra Machu Picchu e pra Transiberiana. Quero que você me obrigue a ir pra Europa contra a minha vontade, só pra vencer a minha implicância. Quero te morder. 


Tenho uma lista infinita de coisas que quero com você e de você. Algumas nem tem nome. Acho que eu quero tudo. E ao mesmo tempo, não quero absolutamente nada a não ser a tua presença consentida, ou sentir que, de alguma forma, eu te ajudo a encontrar o seu caminho, mesmo que ele te leve pra algum lugar que meus braços nunca alcancem. 

Um comentário: