terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Não te prometo nada



Eu te prometo que eu não te prometo nada, a não ser que eu quero você como se o mundo fosse acabar hoje à noite. Não te prometo sequer que amanhã continuarei te querendo assim. Não te prometo que vai dar certo, nem que nada vai sair errado - mas eu sei que quero ver filme no sofá com você no sábado à noite.

Não posso te prometer que eu sei o que estamos fazendo, nem que eu sei o caminho e muito menos que faço alguma ideia de pra onde estamos indo. Não passa pela minha cabeça te prometer que vou saber reagir bem a todas as inevitáveis mudanças que vida traz, nem que vou saber as respostas pros momentos em que você se sentir meio perdido e confuso.

Mas eu sei que posso sentar em silêncio com você quando ninguém souber o que dizer ou fazer - e nesse silêncio, a gente pode encontrar espaço pra um abraço, ou dois - porque eu sempre acho que abraços de verdade curam tudo e, se não curam, são tão bons que não tem porque não tentar.

Não te prometo segurança, porque isso ninguém pode prometer. Mas eu quero te dar colo quando você precisar, e quero te ajudar a entender o mundo que eu também não entendo. Ou podemos juntos parar de tentar entender o mundo e só viver. Não ouso te prometer que vou te fazer feliz - porque isso seria completamente absurdo pra mim. Mas eu te ofereço a minha alegria, e compartilho com você a felicidade genuína que eu sinto, só porque eu sou apaixonada pela vida, mesmo nos dias de chuva e ainda mais quando tudo dá errado.

Eu poderia te dizer também que não te prometo que vai ser fácil. Poderia dizer que os caminhos mais difíceis são sempre os mais bonitos quando você tem a companhia certa e olha tudo com a atenção de quem não pensa em chegar.

Mas acontece que eu não sei o caminho, lembra? Não sei se é mais fácil ou difícil que outros. Não faço ideia de onde vai dar essa estrada. Não te prometo bússola nem GPS. Não te prometo sequer que existe uma estrada. Mas eu te prometo que não te prometo nada. Você só precisa saber que, no meu caminho, os abraços não tem hora pra acabar e eles são apertados. E os beijos são sinceros e cheios de intenção e as surpresas são melhores do que tudo o que eu poderia te prometer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário